Primeiro Cursilho na Diocese

O Primeiro Cursilho

Em Portugal, o primeiro Cursilho de Cristandade teve lugar em Fátima, com início no dia 30 de Novembro de 1960. No seu encerramento, o Bispo de Leiria afirmaria: "Obra que nasce em Fátima não morre...".

O Movimento dos Cursilhos de Cristandade entrou na Diocese do Porto em Abril de 1961 (cerca de 5 meses após o 1.º de Fátima), pelo 1.º Cursilho de Homens realizado no Seminário Maior da Sé, com a presença de 32 cursilhistas e de 10 sacerdotes. A Equipa teve o apoio dum sacerdote e de dirigentes leigos de Vitória (Espanha). 

Por sua vez, o 1.º Cursilho para Senhoras da Diocese do Porto, foi realizado no Hotel da Torre, em Entre-os-Rios (hoje INATEL), em Novembro de 1962. Com a participação de 36 "novas", igualmente um sacerdote de Vitória (Espanha) fazia parte da Equipa, onde se incluía o P.e Valdemar Alves Pinto, Reitor da Igreja dos Clérigos desde 1979, e o P.e António Ferreira Vaz, desde 1976 pároco de S.Cosme de Gondomar até à data da sua morte, em Janeiro de 2002.